Magma Translation: empresa de Traducoes Brasil

Oito passos para uma localização bem sucedida

Compartilhar

Para cada produto ou serviço lançado, milhares de palavras são escritas, manuais técnicos, guias de produtos, material de marketing, ajuda de software, sites, blogs, artigos, avisos de saúde e segurança e muito mais. Seguir alguns passos para incorporar a localização no início do processo de documentação pode economizar tempo, recursos e dinheiro.

Localização

Muitas marcas e organizações globais embarcam em uma jornada de globalização com a intenção de criar valor, equidade e, em última instância, receita. O conteúdo é desenvolvido em vários estágios ao longo desta jornada. Podendo começar pela proteção da propriedade intelectual, registrando uma patente inovadora em várias localidades, continuando até a criação de manuais de usuário e material de marketing.

Em uma organização global, todos são afetados pelo conteúdo e pela localização. Seja seu trabalho na área de serviços jurídicos, finanças, engenharia, redação técnica, marketing, vendas, suporte ao cliente, recursos humanos ou desenvolvimento de produtos, você está lidando com conteúdo que precisa ser escrito, projetado e traduzido para atingir públicos variados.

Tradução de comunicação técnica

Quando se trata de traduzir e localizar conteúdo técnico, existem prioridades específicas a serem seguidas. As traduções de documentos técnicos, ou de qualquer conteúdo complexo ou regulamentado, devem ser tão precisas, relevantes e concisas quanto no conteúdo original. Documentos técnicos tem um conteúdo de alto impacto que exige traduções tanto linguísticas quanto culturalmente precisas. Outras informações, como o conteúdo gerado pelo usuário (CGU), têm um impacto menor: sua tradução pode refletir a mensagem ou o conceito, mas não precisa necessariamente permanecer linguisticamente fiel à fonte.

Aqui estão as oito melhores práticas e técnicas para garantir uma localização bem sucedida de documentos técnicos no mundo de hoje:

  1. Use um estilo e um tom consistentes

Os documentos técnicos localizados precisam alcançar, não somente, um alto nível de qualidade e precisão, como também manter um estilo e tom de voz consistentes em vários idiomas, tipos de conteúdo, formatos de arquivo e plataformas. Não se deve tratar de cada projeto de tradução separadamente, mas sim considerá-lo estrategicamente como parte de um todo. O estilo dos manuais técnicos, materiais de marketing e treinamento e sua terminologia devem ser consistentes. Isso é possível através do uso de ferramentas como a memória de tradução (TM) e o gerenciamento de terminologia. Elas garantem a consistência das marcas globais em todas as suas ramificações e em todos os mercados.

Proporcionar linguistas e tradutores com conhecimentos especializados também garante sua consistência. Uma equipe consistente dedicada à localização do conteúdo da empresa gera múltiplos benefícios: as equipes estão familiarizadas com o funcionamento de um produto e o que ele oferece. Elas entendem a experiência do cliente com o produto e garantem a entrega do que ele oferece em todos os locais.

  1. Conteúdo ruim, tradução ruim

Um conteúdo pobre e sem sentido resultará em resultados indesejados, independentemente do idioma alvo ou da qualidade da tradução. No entanto, se o conteúdo original atende aos níveis exigidos de qualidade e aos objetivos da empresa, quaisquer traduções ou transcriações feitas dele, atenderão aos padrões estabelecidos. Uma queixa comum dos revisores de tradução é que, devido a erros e à redação incorreta no conteúdo original, um projeto de tradução pode não gerar uma versão localizada de alta qualidade, mesmo sendo “preciso”. O mesmo se aplica a gráficos, diagramas técnicos, áudio e vídeo.

Para evitar mudanças significativas, dispendiosas e demoradas durante a localização, mantenha o conteúdo e os gráficos o mais neutros culturalmente possível. Cada cultura possui um sistema de valores diferente: diferentes crenças e interpretações da comunicação não-verbal. Mesmo quando se trata de comunicação técnica complexa, a cultura ainda precisa ser levada em consideração.

  1. Ajude as equipes de localização a conhecer o produto

Muitas organizações globais enviam equipes de tradutores para sessões de treinamento, para que possam experimentar o produto ou seu serviço. À medida que o negócio global evolui, fornecer informações para as equipes de localização é crucial para que se crie um compromisso com a marca. Informações com relação ao contexto também ajudam. Quando as ilustrações ou as interfaces de usuário do software são traduzidas, um linguista pode fornecer uma tradução mais precisa, quando entende o contexto e o local aonde o conteúdo será usado. Investir em equipes de tradução permanentes e bem informadas garante um conteúdo técnico global de alta qualidade.

  1. Esteja aberto à transcriação.

A tradução de documentos técnicos exige alta qualidade e precisão. No entanto, o desenvolvimento de conteúdos linguisticos e culturalmente apropriados pode exigir um pouco de transcriação. Ou seja, ajustar a tradução mas manter conceitos-chave, mensagens e fatos. O conteúdo e as ilustrações transcriadas podem não representar 100% o conteúdo original em termos linguísticos, no entanto são melhor recebidos pelo usuário, o que é o real objetivo da tradução.

  1. Prepare bem os gráficos

Os manuais técnicos e os documentos contêm muitos gráficos complexos que podem exigir a inserção de um texto traduzido. Incluir gráficos originais em documentos traduzidos é importante, mas nem sempre é possível. Gráficos como fluxogramas e diagramas podem ter sido obtidos de várias fontes. Com o tempo, é comum que os arquivos originais se tornem irrastreáveis. Os arquivos de gráficos podem ter sido convertidos em formatos que não podem ser editados, como JPG ou TIFF. Isso pode causar desafios no processo de localização.

Dar acesso ao texto dos arquivos dos gráficos originais aumentará a economia de custos e reduzirá o tempo necessário para a tradução. Por exemplo, para localizar um arquivo GIF ou JPG, o arquivo de origem do Photoshop (.psd) ou Adobe Illustrator original é necessário, juntamente com os guias de estilo que foram usados ​​para criar o gráfico original: informações de cores, fontes, especificações de projeto e configurações exportadas ou salvas. Quanto mais idiomas de destino mais desafios com os gráficos serão enfrentados.

Sempre que possível, também forneça uma lista de todos os gráficos, juntamente com seus respectivos formatos e informações. Informe quais gráficos tem ou não texto a ser traduzido e onde os arquivos estão localizados.

  1. Considere a expansão de texto

Quando você traduz do inglês para outro idioma, como por exemplo o português, o texto traduzido ocupará mais espaço. A maioria das línguas é cerca de 15% maior do que o inglês. Línguas como o russo podem chegar a ser até 40% maiores do que a versão em inglês. Quando o texto do gráfico é traduzido, a expansão do texto pode causar problemas com o layout original do gráfico, veja a Figura 1.

Figura 1: traduções do inglês para o francês causam expansão de texto.

Você pode reduzir os problemas usando legendas numeradas em vez de incluir uma cópia no diagrama original, veja a Figura 2. Isso permite a expansão do texto.

Figura 2: Use legendas numeradas em diagramas, para permitir a expansão de texto.

  1. Considere o uso de ferramentas CAT.

Os gráficos são geralmente localizados com o uso de ferramentas de tradução assistida por computador (CAT). Existem software disponíveis que permitem que os tradutores e os engenheiros DTP automatizem a extração e a inserção de texto a partir de gráficos criados em programas como Illustrator ou CorelDraw em arquivos RTF.

Se o texto estiver adjacente aos gráficos, tente posicioná-lo de maneira a deixar um espaço horizontal para a expansão de texto, garantindo que o texto esteja dentro de uma caixa de texto e sem nenhuma quebra de texto dentro do parágrafo. Quando as ferramentas de TM analisam um texto, ele é geralmente, dividido de forma lógica em segmentos. Inserir uma quebra de texto em um parágrafo – por exemplo, para que uma descrição longa da frase possa se encaixar em uma caixa de texto estreita – pode negar os benefícios do uso de ferramentas CAT ou fazer com que a preparação do arquivo demore mais.

  1. Considere o conteúdo multimídia

À medida em que os volumes de conteúdo aumentam, os tipos de conteúdo tendem a evoluir. Conteúdo multimídia, especialmente no formato de vídeo, continua a liderar a comunicação. De acordo com as estatísticas do YouTube, 3.25 bilhões de horas de vídeo são assistidos mensalmente no YouTube. Consumidores do mundo todo, usando uma grande variedade de dispositivos, passam horas vendo conteúdos multimídia. Incluindo os de informações técnicas. Vídeos de instrução e treinamento são frequentemente usados ​​para passar dados e informações complexas. A localização de conteúdo multimídia envolve uma ampla gama de formatos: texto, gráficos, áudio, vídeo, digital, apresentações, software, animação, dublagem e legendagem. E as informações referentes a qualidade da fonte, ao contexto, aos arquivos originais e a possibilidade de serem feitas transcriações, também devem ser fornecidas.

À medida em que aumenta a quantidade de conteúdo multimídia de comunicação técnica , o uso de técnicas como a transcrição de texto em tela (OST) e a tradução sintética da fala (TTS) também aumentam.

Para soluções TTS, os scripts são carregados em um programa de voz sintética e transformados em texto fonético. Os avanços tecnológicos tornam as técnicas TTS uma opção viável, tornando o vídeo uma ferramenta de comunicação chave para organizações e áreas de produção.

Vídeos e anúncios de produtos geralmente incluem imagens e ilustrações de instruções de uso – fotos da interface do usuário e exemplos textuais que destacam recursos e funcionalidades do produto. A OST é muitas vezes mais rentável e mais rápida do que o trabalho de dublagem. Como é o caso da maioria do conteúdo original, os arquivos base nem sempre estão disponíveis, e técnicas como OST e transcrição podem superar esse problema e fornecer um conteúdo de vídeo impactante.

Conclusão

A comunicação técnica requer altos níveis de qualidade e precisão, tanto no conteúdo original quanto em sua tradução. Com o aumento da digitalização, a evolução dos tipos de conteúdo e dos hábitos de consumo, novas práticas e técnicas surgiram para serem aplicadas na preparação e na tradução de conteúdo técnico. Uma abordagem estratégica para a localização permite o crescimento do negócio global e assegura que produtos e serviços sejam distribuídos com segurança em todo o mundo, gerando receitas e agregando valor, na jornada de globalização.

BLOG

Veja mais postagens

Quer entender o que podemos fazer por você?

Explore onde você pode chegar.