Gerenciamento de Projeto de Localização: Introdução para Iniciantes para aqueles que lidam com diretamente com o Cliente.

Os clientes novos no assunto de localização geralmente acham que o aspecto mais assustador é gerenciar todas as variáveis que entram em um projeto comum.

A melhor maneira de evitar muitas dessas dores de cabeça, é claro, é simplesmente escolher o fornecedor certo: na Magma Translations, temos uma equipe de gerenciamento de projetos muito forte que pode te livrar de muitas das suas dores de cabeça.  Mas mesmo com uma parceria firme, você pode achar tudo isso um pouco demais, então aqui estão algumas dicas básicas.

1) Certifique-se de estar trabalhando com um gerente de projeto experiente do lado do vendedor, não apenas um líder de idioma da equipe de tradução.

Assim como os gerentes de projetos não são tradutores treinados, os tradutores geralmente não são gerentes de projetos treinados, e o gerenciamento de projetos é uma disciplina por si só.  Você precisa de um profissional experiente para ajudar a manter as coisas organizadas e no ritmo.

2) Identifique todas as partes interessadas com antecedência e as integre ao projeto o mais rápido possível.

Este é um fator crítico para o sucesso, especialmente quando se trata de revisores internos e de qualquer outra pessoa que conferirá o material localizado.  Se você estiver pedindo a um gerente de marketing em seu escritório de Munique para revisar 20 mil palavras de material de marketing alemão no próximo mês, você precisa se integrar a essa pessoa e obter a sua contribuição agora. Isso tem o dobro da importância quando as pessoas que analisam o material não são revisores profissionais por tempo integral, porque:

1) o esforço necessário geralmente é uma adição ao seus deveres de tempo integral; e

2) você precisa prepará-los antecipadamente para garantir que eles entendam completamente o que está e não está apto a ser revisado.

3) Derrube as paredes da comunicação!

O quanto mais diretamente todos os membros da equipe puderem se comunicar, mais informação será conservada na tradução.  Não seja um guardião de seus recursos, se isso significa que você se transforma em um gargalo e/ou alguém que talvez não esteja qualificado para processar as informações necessárias.  Exemplo: se o seu engenheiro de localização do lado do fornecedor tiver alguns detalhes técnicos para trabalhar em um projeto de localização de software, não tente ser intermediário para esse engenheiro ou seu engenheiro interno (a não ser que você esteja qualificado para lidar com o problema você mesmo): deixe-os se comunicar diretamente!  O mesmo acontece com os revisores e tradutores: você obterá um resultado muito melhor se o fornecedor líder falar diretamente com a pessoa que estará revisando o material. Eles podem se comunicar na língua alvo e discutir o problema diretamente, levando à respostas mais rápidas e melhores, o que, por sua vez, leva a uma maior qualidade.  (Claro, certifique-se de que tudo esteja documentado no meio de gerenciamento de consulta escolhido, uma vez que as soluções podem ajudar em outros idiomas se forem questões sobre a língua fonte.)

4) Não tente gerenciar por e-mail!

O e-mail é uma ferramenta de comunicação, não uma ferramenta de solução de problemas ou uma ferramenta de gerenciamento.  Se as atualizações de status, as consultas e outras informações chaves do projeto ficarem no corpo dos e-mails, logo você encontrará seu projeto no caos. Documente tudo na sua ferramenta de gerenciamento de projetos ou, se você estiver gerenciando manualmente, em documentos de projeto que são armazenados em uma área compartilhada, como um SharePoint ou FTP.  Seu Gerente de Projetos deve ser responsável por manter esses projetos atualizados.

Seguir estas dicas básicas pode ajudar sua equipe a evitar distorções no processo de comunicação enquanto você embarca em suas iniciativas de localização.  Sinta-se a vontade para entrar em contato comigo para obter dicas mais úteis sobre como gerenciar projetos de localização bem-sucedidos.